ASSOCIAÇÃO DOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO
 SISTEMA PETROBRAS NO CEARÁ
                 TEL (85) 3224-6134 | 3264-4605 | aaspece@aaspece.com.br
  • 01
  • 002
  • 003

Petros deixará de pagar benefícios pela Caixa em 2021

5t

Em função do prolongamento da situação crítica da pandemia de covid-19, a Petros decidiu que deixará de pagar os benefícios pela Caixa Econômica Federal apenas em 2021. A mudança estava prevista para ocorrer em abril, mas vem sendo adiada pensando no bem-estar dos participantes e de toda a sociedade por causa das medidas de prevenção ao avanço do coronavírus.

Diante da realidade inédita vivida atualmente, a nova decisão garante até o fim deste ano – um período de mais de quatro meses – para o cadastro de uma nova conta por quem hoje recebe benefícios da Petros pela Caixa. A partir de 2021, a Fundação fará pagamento somente em um dos quatro bancos credenciados (Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Santander).

A alteração ocorre após uma negociação com os bancos para o credenciamento da folha de pagamentos, que faz parte de um trabalho da Petros para aprimorar a gestão dos recursos e ampliar sua arrecadação. O processo não traz qualquer custo adicional para os participantes: a Fundação negociou com as quatro instituições financeiras um pacote de serviços sem custo.

Quem recebe pela Caixa e já tem uma conta em Banco do Brasil, Bradesco, Itaú ou Santander, só precisa cadastrar os dados bancários na Petros. Confira o passo a passo.

Quem recebe pela Caixa e não tem conta em um desses quatro bancos, precisará abrir uma. Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Santander permitem a abertura de conta no site ou aplicativo dessas instituições. Veja aqui como fazer.

Atenção: participantes que já recebem o benefício Petros por Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Santander não precisam fazer qualquer atualização em seus dados bancários.

Em caso de dúvidas, entre em contato com a Central de Relacionamento (0800 025 35 45 e 21 3529-5550, para ligações de celular). O atendimento é de segunda a sexta-feira,

Compartilhe

associese1

link1

link2

link3

petros

medicos afiliaodos